Visita ao Centro Pop de Franca

By | 22:29:00 Deixe um comentário

Na manhã de ontem, 09/08/16, alguns dos integrantes do Núcleo de Cidadania Ativa (Maria Caroline, Jéssica Carolina, Letícia Felix e Túlio Santos), realizaram uma visita no Centro Pop da cidade de Franca, que é uma unidade pública de assistência social especializada no atendimento de pessoas em situação de rua.

Fomos recepcionados pela sra. Maria Inês, coordenadora da unidade, que passou algumas informações técnicas e estruturais sobre o trabalho que desenvolvem, e depois conversamos sobre a prática profissional, a vivência, tiramos dúvidas com as duas assistentes sociais responsáveis pelo atendimento dos usuários do Centro Pop (Katiscilene e Simone). Elas foram extremamente atenciosas, fizeram um tour pelas dependências do local conosco e explicaram como funciona toda a grade de atividades desenvolvidas durante a semana com os usuários.

Pudemos ver que as pessoas que utilizam esse serviço têm diversos perfis, em geral, jovens usuários de drogas e itinerantes. A faixa etária varia dos 20 aos 35 anos; 90% delas são homens e apenas 10% mulheres; trabalham com malabarismo no farol, na construção civil, em colheitas, carga e descarga, são catadores de recicláveis e artesãos. As mulheres em situação de rua e usuárias do Centro Pop, na maioria dos casos, tem sua situação relacionada à violência doméstica ou algum vício. Os motivos pelos quais os homens se encontram em tal situação estão relacionados também a vícios em álcool e drogas e, uma pequena porcentagem dessas pessoas (2%) apresenta algum tipo de transtorno psiquiátrico, e 50% deles já passaram pelo sistema prisional (crimes como furto, envolvimento com tráfico de drogas, pensão, etc. são os mais comuns).

O quadro de funcionários da unidade se alterou ao longo dos anos, a primeira equipe, continha cinco assistentes sociais e duas psicólogas, mas o trabalho com pessoas em situação de rua exige identificação, e a maioria dos funcionários não a tiveram, o que fez com que saíssem do projeto pedindo transferência para outros setores da cidade, por isso hoje o Centro só conta com duas assistentes sociais e uma psicóloga que realiza um trabalho esporádico, e pelo mesmo motivo as vagas em aberto não são preenchidas, ninguém se interessa pela área de trabalho. Ao todo são 10 funcionários concursados, 8 contratados por licitação e duas estagiárias que prestam serviço na unidade.

O Centro Pop trabalha com uma demanda muito inconstante, não existe pessoas fixas e em alguns dias o local fica extremamente cheio e em outros mais vazios. As atividades desenvolvidas na semana são divididas por dia: segunda-feira (sessão de filmes), terça-feira (oficinas com a psicóloga para as mulheres; ginástica), quarta-feira (grupo de pagode), quinta-feira (visita do dentista e clínico-geral; teatro) e sexta-feira (teatro e futebol). Além disso, as assistentes sociais fazem atendimentos individuais com hora marcada aos usuários que tem interesse em fazer um planejamento de vida, buscar tratamentos terapêuticos e diversas outras orientações.

O Centro Pop distribui em média 90 marmitas de almoço por dia (podendo ser a mais ou menos) para os frequentadores, ou não, da unidade, e esse de acordo com os funcionários é o momento mais movimentado do dia no local. Lá também existe uma estrutura preparada para que os usuários possam tomar banho e lavar suas roupas durante o período de atividades.

O Núcleo de Cidadania Ativa tem grande preocupação em saber qual é a participação das pessoas nos mecanismos de controle social e de democracia participativa, e ficamos extremamente felizes ao ouvir, das assistentes sociais, que muitos da população que frequenta o Centro Pop já tem exercido um papel de cidadão preocupado com a manutenção e aprimoramento das políticas de assistência social. Elas afirmam que muitos deles já estão saindo do estado de dependência e entrando no estado de direito, cientes daquilo que é dever do Estado para com eles, e os próprios usuários já se mobilizaram para estar em conferencias, tiveram a oportunidade de votar e realmente se sentirem ouvidos e parte integrante do processo democrático, além de sempre fazerem suas reclamações, sugestões e até elogios sobre o Centro Pop na prefeitura da cidade.

O trabalho não é fácil, através dos depoimentos dos funcionários fica claro que o projeto precisa ser aperfeiçoado, que ainda há muito preconceito das pessoas em relação ao serviço prestado no Centro Pop, e isso precisa ser vencido, muitas críticas da mídia local sob ele, várias reclamações das pessoas que moram vizinhas ao local onde está atualmente instalada a unidade e diversos outros obstáculos a serem superados, mas a despeito de todos esses problemas, é visível o quanto esse  trabalho é importante para a inclusão dessa classe de pessoas na sociedade, com mais dignidade e com o mínimo de amparo que lhes é justo.

Para nós do Núcleo foi um prazer conhecer a equipe, os usuários e as dependências do Centro Pop de Franca, ficamos extremamente gratos! Essas oportunidades são sempre muito enriquecedoras e nos dão ainda mais força para sonhar um país mais igual para todos.










Letícia Felix
Maria Caroline da S. Costa

Sobre o Centro Pop de Franca:
Endereço: Av. Dr. Hélio Palermo, 3354 - Estação, Franca - SP, 14405-130
Telefone: 0 16 3702-9289



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: